quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Notícias

Ler jornal é uma prática na rotina da maioria das pessoas que vivem em grandes cidades. Contudo, é importante que esta leitura seja feita de forma crítica e com atenção. É fundamental questionar a procedência, as intenções, interesses e consequências de todas as informações recebidas e se possível procurar uma fonte alternativa para comparar o conteúdo. As palavras escolhidas para o texto também podem dizer muito sobre ele.

Não leio nem recomendo as notícias desta fonte, mas recebi essa por e-mail e me chamou atenção.

Para quem ainda não acredita que descendemos dos macacos, qualquer semelhança com o comportamento de grupos espalhados por ai, pode ser mera coincidência.

Vale ainda pensar um pouco se somos mesmo seres tão evoluídos como nos consideramos.


04/02/10 - 07h00 - Atualizado em 04/02/10 - 07h00
Macacos fogem de jaula e barbarizam em zoológico na China

Eles arrancaram penas de pavões e urinaram no tanque de peixes. Zoo foi fechado enquanto os funcionários recapturavam os macacos.


Após fugirem de sua jaula no zoológico Sha Ping em Chongqing, na China, macacos roubaram comida de turistas. (Foto: Barcroft Media/Getty Images )



Macaco segura pedaço de pau em cima de seu recinto no zoológico Sha Ping em Chongqing, na China. Após fugirem de sua jaula, os macacos arrancaram penas da cauda dos pavões e urinaram no tanque de peixes. O zoológico precisou ser fechado temporariamente enquanto os funcionários tentavam colocar os macacos na gaiola. (Foto: Barcroft Media/Getty Images)

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro/0,,MUL1475557-6091,00-MACACOS+FOGEM+DE+JAULA+E+BARBARIZAM+EM+ZOOLOGICO+NA+CHINA.html


Em defesa dos macacos

Já que os comportamentalistas gostam de fazer experimentos com os animais para entender o comportamento humano, por que não comparar os negativos também? É mais fácil associar ao "instinto" (detesto esse conceito!) e nos "abonar" alegando que somos racionais.

Tenho certeza que este comportamento foi resposta à um estímulo que não foi citado na matéria. A maioria deles pode estar em cativeiro por toda a vida, sem contato com outras espécies (o que explicaria a agressão aos pavões), entre outras causas.

Apesar da comparação com o comportamento humano ser interessante, na primeira foto parece mais que o macaco está recebendo comida do que roubando. O aspecto ameaçador da segunda, é quase aterrorizante!


Um comentário:

Ronni Oliveira disse...

Marcellinha como você disse não devemos criticar antes de saber o q aconteceu.
Os animais quando vivem juntos na natureza não maltratam uns aos outros, e sim vivem em harmonia e se isso aconteceu, algo foi feito aos macacos.
To sempre contigo :)